Mea culpa (ou não) sobre o atraso do episódio 002 e problemas com agregadores

Mea culpa (ou não) sobre o atraso do episódio 002 e problemas com agregadores

Tempo de leitura: 3 minutos

Essa é mais uma daquelas histórias sobre como a tecnologia é incrível em resolver problemas que ela mesmo criou.

Leticia e eu criamos esse projeto com algum tempo de planejamento, nada foi à moda caralha. Pesquisamos ferramentas, plataformas, criamos os nomes de quadros (os nomes não são criados, são só referências western mas vocês entenderam), pensamos vinhetas… Tudo isso antes de bater o martelo e gravarmos o primeiro episódio.

Decisões de cunho técnico ficaram por minha conta, por esse motivo eu sequer consultei a Leticia sobre o tipo de edição a ser usado, fiz do jeito que me deu na telha e com uma característica da qual nunca abri mão mesmo quando editei episódios para outros podcasts: eu uso as músicas como pano de fundo. A música tem direitos autorais? Caguei.

Eu acredito que em determinados aspectos a aplicação de direito autoral presta um desserviço tanto à arte quanto ao artista. Mas isso é asunto pra outra hora; eu só toquei no assunto porque iniciamos esse projeto no SoundCloud, acabamos indo pro SC pois vários amigos próximos já o utilizavam e teríamos 3 horas de upload de áudio gratuito, seria a opção perfeito pra lançar um piloto, ver se a gente fica satisfeito com o resultado final e medirmos a aceitação da podosfera a mais um par de esquerdistas neuróticos gravando quase duas horas de episódio.

Pra nossa total surpresa chegamos a números impressionantes pra qualquer iniciante, ainda mais no nosso caso, já que somos dois pés rapados sem respaldo algum. Da publicação do primeiro episódio até a confecção deste texto já são TREZENTOS E SETE plays no episódio de estreia (carece de mais episódios pra ver se os números não foram poluídos pelos paraquedistas da copa) e mesmo sem nenhuma divulgação adquirimos a primeira doação no Catarse (Valeu Bruno!).

Depois de uma estreia tão estrondosa, não restava qualquer dúvida: o podcast TINHA que rolar; era hora de buscar ferramentas que trouxessem profissionalismo e não tivéssemos que gastar demais. É nessa hora que o SoudCloud virou um problema. Não é de hoje que rola o papo de que o SC pode sair do ar e deixar todo mundo na mão e também não é novidade a política de proteção de direito autoral adotada por eles.

O problema é que essa política não casa com a minha política pessoal; eu não vejo problema algum em me apropriar de um trecho de Sorriso Negro na voz da maravilhosa Dona Ivone Lara se o meu objetivo é com isso enaltecer a raça negra em nosso episódio. Não temos qualquer fim lucrativo na veiculação do nosso cast, portanto não estamos ganhando nada com esse tipo de veiculação a não ser chegar na mesma finalidade de Dona Ivone Lara quando gravou a canção.

Foi por esse motivo que depois de algumas pesquisas e de uma ótima conversa com o Emerson Almeida optamos pela migração de nosso conteúdo para o Megafono, onde toda e qualquer complicação que houver com relação a direitos autorais é da minha inteira responsabilidade mas não há a possibilidade de nosso conteúdo ser retirado do ar sem aviso prévio e deixar vocês, nossos queridos ouvintes, sem nenhum tipo de satisfação.

Claro que essa migração não foi exatamente um mar de rosas. Várias pessoas relataram problemas em não receber o nosso episódio nº 002 no seu agregador; o erro ocorreu porque o iTunes é um pau no cu e demorou a propagar aos agregadores o nosso novo feed. Se você ainda está enfrentando esse tipo de problema, eu peço que você se desinscreva do nosso feed e faça uma nova busca, que provavelmente vai achar o novo feed e trazer tudo de volta à santa paz.

Percebam que mesmo quando temos problemas técnicos, eles foram causados por atos políticos.

Sobre o atraso do segundo episódio: não foi culpa do iTunes, mas sim de um problema de agenda nosso que não levou em consideração que havia jogo do Brasil e marcamos uma nova gravação para o mesmo dia da publicação, foi um planejamento ruim mesmo. O lado bom é que o terceiro episódio já está no forno e vocês nao perdem por esperar. Tem gente gabaritadíssima e assunto polêmico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *