Pistolando #012 – Colonizados e colonizadores

Pistolando #012 – Colonizados e colonizadores

Tempo de leitura: 3 minutos

A história é escrita pelos vencedores, mas hoje é mais fácil aos vencidos, aos colonizados e aos oprimidos fazerem ouvir a sua voz. Nada justifica deturpar os fatos, romantizar opressões ou deixar de ensinar a colonizados e colonizadores a versão mais próxima possível do que de fato aconteceu. Não conhecer o próprio passado de opressor ou oprimido dificulta a nossa compreensão de nós mesmos, complica a nossa busca por uma identidade e, principalmente, nos impede de buscar modos de evitar situações semelhantes no futuro. Como é ensinada no mundo lusófono a história de Portugal e suas ex-colônias? Que visão atual têm os portugueses dos países que eles colonizaram no passado? Que repercussões tem sobre todos nós a falta de ênfase dada ao horror da escravidão? Que papel têm os museus nisso tudo? Conversamos com João Figueiredo, antropólogo português, Rebeca Ávila, mestranda em Estudos Sociais Latinoamericanos, e Karla Costa, do podcast Sobre História.

 

 

Ficha técnica

Host: Thiago Corrêa

Convidados: João Figueiredo, Karla Costa e Rebeca D’Ávila

Edição: Thiago Corrêa

Capa: Leticia Dáquer

Data da gravação: 17/11/2018

Data da publicação: 21/11/2018

 

Músicas:

  • Poema O Navio Negreiro na voz de Paulo Autran
  • Clementina de Jesus – Cangoma me Chamou
  • Kamau – Tambor
  • Taiguara – Negróide
  • Jorge Benjor – Zumbi
  • Emicida – Mandume (feat. Drik Barbosa, Amiri, Rico Dalasam, Muzzike, Raphão Alaafin)
  • Caetano Veloso e Maria Betânia – O Navio Negreiro
  • Clara Nunes – Canto das Três Raças
  • Favelafrica – A Família
  • DJ Nigga Fox – Hwwambo

 

Links relacionados ao episódio

A controvérsia sobre um Museu que ainda não existe. Descobertas ou Expansão? (Expresso, 12/04/2018)

Passado Colonial. “Não sabemos o lado verdadeiro da nossa história” (Diário de Notícias, 01/05/2017)

“Persiste nos manuais a narrativa de que fomos bons colonizadores” (Diário de Notícias, 01/05/2017)

O império colonial português foi tão excepcional como outro qualquer (Público, 16/01/2015)

Quem tem medo das marcas do colonialismo no espaço público? (Público, 26/06/2016)

Ensino de História em Portugal perpetua mito do “bom colonizador” e banaliza escravidão, diz pesquisadora (BBC Brasil, 31/07/2017)

“Há muito mais famílias que tiveram escravos.” Mas não se fala disso (Público, 23/09/2017)

“Portugal meteu a escravatura, o colonialismo e o racismo debaixo da cama” (Público, 23/09/2017)

FONSECA, Jorge. A historiografia sobre os escravos em Portugal. Cultura, Vol. 33. Pág 191 – 218. 2014. Disponível em: https://journals.openedition.org/cultura/2422

Projeto Testemunhos da escravatura: Memória africana (2017)

 

A Balada do Pistoleiro

João Figueiredo

Série de livros: Terra Estranha, O Quarto de Giovanni (James Baldwin)

 

Karla Costa

Livro: Um Defeito de Cor (Ana Maria Gonçalves)

Autora: Conceição Evaristo (Becos da Memória, Olhos d’Água)

Prato angolano: mufete

Cemitério dos Pretos Novos no Rio de Janeiro

 

Rebeca D’Ávila

Site: Buala

Música: Príncipe Discos

Thiago Corrêa

Podcasts portugueses: Fumaça e Afrolis

Bot pro Telegram: @chotamreaderbot

Jabás

Karla Costa

Podcast: Sobre História

Twitter: @sobre_historia

 

Rebeca D’Ávila

Isto Não É Um Guia de Turismo no Facebook

 

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético, podcast do site Mitografias

 

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz

 

 

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

 

O Pistolando apoia essa iniciativa.

 

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando:

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *