Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home1/pistolan/public_html/pistolando.com/wp-content/plugins/feedburner-alternative-and-rss-redirect/libs/sfmBasicActions.class.php:1) in /home1/pistolan/public_html/pistolando.com/wp-includes/feed-rss2.php on line 8
Pistolando Podcast http://pistolando.com Wed, 17 Apr 2019 23:22:14 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.1.1 http://pistolando.com/wp-content/uploads/2018/10/cropped-Cópia-de-Vetor__logo_pistolando_r-b_H-1-32x32.png Pistolando Podcast http://pistolando.com 32 32 Pistolando #021 – Direito à cidade http://pistolando.com/2019/04/pistolando-021-direito-a-cidade/ http://pistolando.com/2019/04/pistolando-021-direito-a-cidade/#respond Wed, 10 Apr 2019 23:12:48 +0000 http://pistolando.com/?p=618 Tempo de leitura: 4 minutos   Ué, mas se eu moro na cidade, não tenho automaticamente direito a ela? Não é tão simples. Estamos falando de um conceito de Lefebvre de 1968 que diz: “O direito à cidade é muito mais que a liberdade individual para acessar os recursos urbanos: é o direito de mudar a si mesmos por mudar...

O post Pistolando #021 – Direito à cidade apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 4 minutos

 

Ué, mas se eu moro na cidade, não tenho automaticamente direito a ela? Não é tão simples. Estamos falando de um conceito de Lefebvre de 1968 que diz: “O direito à cidade é muito mais que a liberdade individual para acessar os recursos urbanos: é o direito de mudar a si mesmos por mudar a cidade. É, sobretudo, um direito coletivo, ao invés de individual, pois esta transformação inevitavelmente depende do exercício de um poder coletivo para dar nova forma ao processo de urbanização. O direito a fazer e refazer nossas cidades e nós mesmos é, como quero argumentar, um dos mais preciosos, e ainda assim mais negligenciados, de nossos direitos humanos.” Entendeu? Não? Então ouve aqui a Alyssa Volpini, graduanda em arquitetura e urbanismo, e Werther Krohling, dos podcasts Beco da Bike e SciCast.

 

Ficha técnica

Hosts: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa

Convidados: Alyssa Volpini e Werther Krohling

Edição: Thiago Corrêa

Capa: Leticia Dáquer

Data da gravação: 14/03/2019

Data da publicação: 10/04/2019

Músicas:

  • Chico Science e Nação Zumbi – A Cidade
  • The Hollies – Bus Stop
  • Felipe Prazeres – A Cidade Ideal (música do espetáculo Os Saltimbancos)
  • Jesus Luhcas – Garupa
  • Tomorrow – My White Bicycle (versão original e super psicodélica da música que ficou mais conhecida com a banda Nazareth)
  • Red Hot Chilli Peppers – Bicycle Song
  • Academia da Berlinda – Pedalando
  • Queen – Bicycle Race

 

Links relacionados ao episódio

O DIREITO À CIDADE – A qualidade da vida urbana virou uma mercadoria. Há uma aura de liberdade de escolha de serviços, lazer e cultura – desde que se tenha dinheiro para pagar (Revista Piauí, julho 2013)

50 anos de ‘O Direito à Cidade’. E como o conceito ganha novos contornos (Nexo, 20/05/2018)

As pessoas que passam cinco horas no ônibus e metrô para ir e voltar do trabalho (BBC Brasil, vídeo no YouTube, 14/01/2019)

Paulistano demora quase 3 horas por dia no trânsito, e 88% dos pedestres se sentem inseguros, diz pesquisa (G1, 18/09/2018)

O que é Gentrificação e por que você deveria se preocupar com isso (CoUrb, 04/04/2016)

Como a Holanda se tornou um país de ciclistas (Nexo, 27/02/2017)

Critérios do Copenhagenize index para uma cidade ser amiga da bike

Empresas de ônibus pedem o fim do Uber Juntos (CanalTech, 22/01/2019)

Parklet é greenwashing?

Lei da Mobilidade Urbana e cartilha/plano

Prédio de Balneário Camboriú que deve ser o mais alto do Brasil chega ao 65º andar (OCP News, 11/09/2018)

A cidade com o pior trânsito da América Latina (e não é São Paulo) (BBC Brasil, 08/03/2019)

Thread da Cecília do Lago sobre como um sinal de Wi-Fi melhorou a segurança da vizinhança

Palestra das Arquitetas Invisíveis no TED  

 

A Balada do Pistoleiro

Alyssa Volpini

Dissertação de Marielle Franco

Livro: Quarto de Despejo (Carolina Maria de Jesus)

Livro: O Que É Lugar de Fala (Djamila Ribeiro)  

Werther Kohling

Mini documentário – Memória em Branco, um documentário sobre Ghost Bikes

Ler a reportagem do Vá de Bike, depois assistir

Beco da Bike #23 – Cidades Amigas das Bikes (Com Ana Rosa do podcast Apenã)

Scicast #301 “A História das Cidades”  

Leticia Dáquer

Música: LP – Lost on You e Night Like This Precious Adams, bailarina  

Thiago Corrêa Unroll me – chega de tanto spam  

 

Jabás

Alyssa Volpini

Arquitetas Invisíveis

arquitetasinvisiveis@gmail.com

Instagram: @arquitetasinvisiveis

Podcast: O Traço é Delas (link para o Spotify)  

Werther Krohling

Twitter pessoal: @werther_k

Podcast: Beco da Bike

Twitter: @BecodaBike

Podcast: SciCast

Twitter: @SciCastPodcast  

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético, podcast do site Mitografias  

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz  

 

#MULHERESPODCASTERS Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil. O Pistolando apoia essa iniciativa. Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

Instagram: @PistolandoPod  

Descrição da capa: A capa do episódio é um quadrado que foi dividido em duas partes desiguais por uma linha horizontal. A parte da direita, maior, tem a foto de uma mulher andando de bicicleta. Ela é branca, magra, está usando roupa justa toda escura, o que parecem ser sapatos de salto alto, óculos escuros e cabelos lisos soltos. A bicicleta tem cestinha. A foto mostra a mulher de lado; atrás dela vemos prédios, carros e ônibus. A foto está em preto e branco. A parte esquerda do quadrado é mais estreita e foi dividida em três partes iguais por duas linhas horizontais. A parte superior tem a logo do Pistolando, preta sobre fundo vermelho. A do meio é uma foto do Werther, homem branco, grisalho, de barba, andando de bicicleta, usando camiseta preta com o swoosh da Nike em cor mais clara. A foto está em preto e branco e propositalmente desfocada, pois foi claramente tirada com ele em movimento. Tudo atrás dele está desfocado, mas há luzes, presumivelmente as luzes normais de uma cidade ou faróis de carros. A foto do meio é da Alyssa, mulher branca, cabelos e olhos castanhos. Ela está usando um chapéu de palha e por baixo dele vemos o franjão casualmente despenteado. Está usando uma camiseta com os dizeres PASSEIO EQÜESTRE DA INDEPENDÊNCIA e com o braço esquerdo levantado na altura do queixo à sua frente, segurando algo não muito nítido na foto, como se fosse comer esse algo. Ela está com o corpo virado para a câmera mas o rosto girado para o lado direito, com um levíssimo sorriso nos lábios. Atrás dela, muitas plantas.

O post Pistolando #021 – Direito à cidade apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/04/pistolando-021-direito-a-cidade/feed/ 0
em boa companhia http://pistolando.com/2019/03/em-boa-companhia/ http://pistolando.com/2019/03/em-boa-companhia/#respond Tue, 12 Mar 2019 01:18:52 +0000 http://pistolando.com/?p=588 Tempo de leitura: 2 minutos   Ao que parece, 2019 vai ser o ano do podc… Não, péra. Pra gente esse tá sendo o ano da leitura. Estamos tentando participar o máximo que podemos do desafio de leitura de autoras mulheres que as meninas do As Desqualificadas estão fazendo, e eu pessoalmente venho fazendo resenhas dos livros que estou lendo,...

O post em boa companhia apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 2 minutos 

Ao que parece, 2019 vai ser o ano do podc… Não, péra.

Pra gente esse tá sendo o ano da leitura. Estamos tentando participar o máximo que podemos do desafio de leitura de autoras mulheres que as meninas do As Desqualificadas estão fazendo, e eu pessoalmente venho fazendo resenhas dos livros que estou lendo, que façam ou não parte do desafio, como maneira de me estimular a ler mais. Netflix e redes sociais sugam a gente; quando a gente olha já passamos uma semana inteira sem ler nada.

Not today, Satan! Esse ano estamos atacados, duas máquinas de ler devorando um monte de gêneros diferentes. Por isso veio muito a calhar a parceria que fizemos com a Companhia das Letras.

(Por falar em Companhia das Letras, ouçam o podcast deles, que a gente já ouvia muito antes dessa parceria rolar. As entrevistas são sempre muito boas.)

Eles tavam atrás de produtores de conteúdo pra falar dos livros deles; tivemos sorte de entrar no grupo dos parceiros pra esse projeto e todo mês recebemos um e-mail com um catálogo do qual podemos escolher um livro, sobre o qual depois falamos no podcast. O livro de fevereiro eu escolhi junto com o Thiago e o episódio que fala dele, ou melhor, que vai partir do livro pra expandir o assunto central da história, vai ser gravado antes do final do mês, com convidados que cês não vão acreditar, cês não tão entendendo. O livro de março está sendo votado na Pistolândia, o grupo dos nossos catárticos no Telegram, enquanto digito esse post.

(Falando em catárticos, estamos muito precisados de mais apoio, principalmente depois do assalto desse fim de semana. Thiago precisa de um celular novo e de uma escrivaninha pra poder editar de casa, em vez de ficar no trabalho até onze da noite pra aproveitar os móveis ergonômicos da empresa.)

O legal é que os títulos disponíveis são sempre muito variados e temos que nos virar pra encaixá-los no nosso formato, no nosso estilo. É um ótimo exercício de criatividade e um desafio pra gente (leia-se “sarna pra se coçar”, mas a gente gosta). É também a oportunidade de fazer algo diferente, pois se por um lado ideias pra pauta não nos faltam, por outro é bom ter um ponto inicial concreto a partir do qual podemos ir pra várias direções diferentes na hora do debate, já que o tema central do livro pode ser explorado de ângulos variados que muitas vezes não teríamos levado em consideração se não fosse o livro.

Nem gravamos o primeiro ainda e já estamos mega animados 😀

Então fica aí a mensagem: leiam mais, ajudem a gente no Catarse, divulguem pros amigos, sigam a gente no Twitter e no Instagram e fiquem de olho no feed, porque vem coisa aí que cês não tão esperando não 😉

O post em boa companhia apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/03/em-boa-companhia/feed/ 0
Pistolando #020 – ‘O Sexo Feminino’: Feminismo no século XIX #OPodcastÉDelas2019 http://pistolando.com/2019/02/pistolando-020-o-sexo-feminino-feminismo-no-seculo-xix-opodcastedelas2019/ http://pistolando.com/2019/02/pistolando-020-o-sexo-feminino-feminismo-no-seculo-xix-opodcastedelas2019/#respond Wed, 20 Feb 2019 23:37:25 +0000 http://pistolando.com/?p=545 Tempo de leitura: 2 minutos Esse é mais um daqueles episódios que a gente ama, pois trata de um assunto que a gente tem certeza que você desconhece completamente. Mete o play e ouve essa história ótima sobre uma mulher interessantíssima, contada por uma mulher interessantíssima, Liliam de Oliveira.   Ficha Técnica Hosts: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa Convidada: Liliam...

O post Pistolando #020 – ‘O Sexo Feminino’: Feminismo no século XIX #OPodcastÉDelas2019 apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 2 minutos

Esse é mais um daqueles episódios que a gente ama, pois trata de um assunto que a gente tem certeza que você desconhece completamente. Mete o play e ouve essa história ótima sobre uma mulher interessantíssima, contada por uma mulher interessantíssima, Liliam de Oliveira.

 

Ficha Técnica

Hosts: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa

Convidada: Liliam de Oliveira

Edição: Thiago Corrêa

Capa: Leticia Dáquer

Data da gravação: 28/02/2019

Data da publicação: 17/03/2019

Músicas:

  • Beyoncé – Run the world (girls)
  • Renee Goust – La Cumbia Feminazi
  • Rita Lee e Zélia Duncan – Pagu
  • Elza Soares – A Mulher do Fim do mundo
  • Angela Rô Rô – Agito e Uso
  • ZAZ – Je Veux
  • Which Side are you on? (civil rights version)

Links relacionados ao episódio

Tese da Liliam

A Balada do Pistoleiro

Liliam de Oliveira

Livro: Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)

Leticia Dáquer

Kevin Hart’s Guide to Black History (Netflix)

Thiago Corrêa

Site da Folkways Records, a gravadora da Smithsonian Institution

Gravação da WNEW para “Which Side Are you on?” de Len Chandler and The Freedom Voices na versão feita para a marcha dos direitos civis de Selma

Jabás

Liliam de Oliveira

Podcast OmegaCast

Twitter: @likamoon

Instagram: @lica_moon

E-mail: liliam.oliveira@ueg.br

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético do site Mitografias

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz


#MULHERESPODCASTERS
Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

O Pistolando apoia essa iniciativa.

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

Links do Pistolando:

Episódio do É Pau, É Pedra sobre Rosa Luxemburgo, com nossa participação como narradores

 

O Bom, o Mau e o Feio

O Bom:

Leticia:

Thiago:

O Mau:

Leticia:

Thiago

O Feio:

Leticia:

Thiago:

 

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

 

O Pistolando apoia essa iniciativa.

 

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

************************************

Este programa faz parte da campanha #OPodcastÉDelas2019, uma iniciativa criada para inserir e promover mais mulheres na mídia podcast. A campanha ocorre sempre no mês de março e esta é a sua terceira edição. Pra encontrar mais podcasts participantes, procure pelas hashtag #OPodcastÉDelas e #OPodcastÉDelas2019 nas mídias sociais e siga o @opodcastedelas.

 

Links do Pistolando

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

Instagram: @PistolandoPod

O post Pistolando #020 – ‘O Sexo Feminino’: Feminismo no século XIX #OPodcastÉDelas2019 apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/02/pistolando-020-o-sexo-feminino-feminismo-no-seculo-xix-opodcastedelas2019/feed/ 0
Pistolando #019 – Acessibilidade e capacitismo http://pistolando.com/2019/02/pistolando-019-acessibilidade-capacitismo/ http://pistolando.com/2019/02/pistolando-019-acessibilidade-capacitismo/#comments Wed, 20 Feb 2019 21:44:48 +0000 http://pistolando.com/?p=524 Tempo de leitura: 4 minutos   Você provavelmente acha que sabe o que significa acessibilidade, mas também provavelmente nunca parou pra pensar em todas as nuances que o termo engloba. Você provavelmente também não sabe o que é capacitismo, por que ele é um porre e como evitar ser um babaca capacitista. Foi por isso que gravamos esse programa com...

O post Pistolando #019 – Acessibilidade e capacitismo apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 4 minutos

 

Você provavelmente acha que sabe o que significa acessibilidade, mas também provavelmente nunca parou pra pensar em todas as nuances que o termo engloba. Você provavelmente também não sabe o que é capacitismo, por que ele é um porre e como evitar ser um babaca capacitista. Foi por isso que gravamos esse programa com a Marina e o Sid, PcDs (Pessoas com Deficiência) com necessidades e exigências diferentes em termos físicos, mas que pra ambos se traduzem na máxima budista “não seja um cuzão”. Bora lá aprender com eles a sermos pessoas menos piores.

 

 

Ficha técnica

Hosts: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa

Convidados: Marina Batista e Sidney Andrade

Edição: Thiago Corrêa

Capa: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa

Data da gravação: 04/01/2019

Data da publicação: 28/02/2019

Músicas:

  • Paralamas do Sucesso – Calibre (Herbert Vianna ficou paraplégico após um acidente com um ultraleve em 2001)
  • Def Leppard – You got me running (O bateirista Rick Allen teve um braço amputado após um acidente de carro no ano novo de 1985, mesmo assim após 4 anos voltou a tocar com a banda)
  • Stevie Wonder – Isn’t she lovely (o cantor, compositor e ativista cego ganhou 25 Grammys)
  • Ray Charles – I can’t stop loving you (ficou cego aos 7 anos de idade, o que não o impediu de ter uma carreira incrível. Foi eleito pela revista Rolling Stone o 2ª maior cantor de todos os tempos)
  • Zaktar – Abra sua mente (a banda de reaggae brasiliense tem metade de seus integrantes com deficiência, a banda nasceu de um projeto de inclusão)
  • Viktoria Modesta – Prototype (Viktoria teve a perna esquerda amputada e desde então é uma cantora e modelo que desafia o padrão de beleza, foi considerada uma das 100 mulheres mais inspiradoras do mundo pela BBC em 2016)
  • Nelson Ned – Tudo passará (a pessoa com nanismo mais notória do Brasil, foi o primeiro latinoamericano a bater 1 milhão de discos vendidos nos Estados Unidos)
  • Elza Soares – O que se cala (Elza além de ser um mulherão da porra está aqui pois enfrenta dificuldades de mobilidade, é a nossa lembrança que mesmo a idade pode fazer você necessitar de acessibilidade)

Links relacionados ao episódio

Thread do Sid dando exemplos de capacitismo

Texto do Sid no Medium explicando capacitismo

Texto do Sid no Medium explicando como tornar a sua timeline acessível

Mulher cega processa Beyoncé por falta de acessibilidade do seu site (Folha, 04/01/2019)

Bolsonaro diz que não votou contra deficientes e acusa Haddad de mentir (UOL, 14/10/2018)

Lei de Inclusão da pessoa com deficiência 13.146/2015 de 06/07/2015

Por trás da #ECapacitismoQuando (Virou Viral, Veja, 5/12/2016)

Profissão de intérprete de LIBRAS surgiu nas igrejas cristãs (Agência USP de notícias, 17/11/2010)

 

A Balada do Pistoleiro

Marina Batista

Filme: Um momento pode mudar tudo (2014)

Livro: Encarcerados (John Scalzi)

Perfis de PcD a serem seguidos no Instagram: @milamesmo

 

Sidney Andrade

Minha Retrospectiva de leituras – 2018

Kindred  ( Octavia Butler)

Livro: Bird Box (Josh Malerman)

Filme: Bird Box (Netflix, 2018)

Série: Atypical (Netflix)

Filme: Como Água para Chocolate (Laura Esquivel)

Livros: Tetralogia Napolitana  ( Elena Ferrante)

Perfil de Victor Caparica no Twitter: @victorcaparica

Lucas Radaelli no Instagram: @lucasradaelli

 

Leticia Dáquer

Podcast: The End of the World with Josh Clark

Álbum: Secret Samadhi (Live)

 

Thiago Corrêa

Extensão para o Chrome AdBlocker Ultimate

Filme: Os Intocáveis Trailer Legendado e Trailer Dublado

Álbum: Stevie Wonder – Songs in key of life

 

Jabás

Marina Batista

Blog: www.rodandopelavida.com.br

Twitter e Instagram: @rodandopelavida

 

Sidney Andrade

Podcasts: HQ da Vida e Estação 9 ¾

Twitter: @DeriDevio

Instagram: @descrevepramim

 

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético do site Mitografias

 

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz

 

O Bom, o Mau e o Feio

O Bom:

Leticia:

Thiago:

O Mau:

Leticia:

Thiago:

O Feio:

Leticia:

Thiago:

 

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

O Pistolando apoia essa iniciativa.

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

Instagram: @PistolandoPod

 

Descrição da capa: Quadrado dividido em duas partes desiguais por uma linha vertical. A parte da esquerda, maior, é fundo preto e váaaarios quadradinhos coloridos com as bordas arredondadas, cada um com um símbolo ou desenho (pictograma) representando algum tipo de deficiência. Essa parte maior foi dividida em duas por uma linha horizontal; a parte de cima é essa coleção de pictogramas, e a barra que ficou embaixo tem o número e o nome do episódio em letras pretas sobre fundo vermelho. A parte direita, menor, foi dividida em três quadrados iguais. No superior, logo do Pistolando preto sobre fundo vermelho. No do meio, uma foto da Marina, mulher branca, de cabelos escuros, longos e lisos, de óculos escuros, sorrindo para a câmera, costas e cabeça apoiadas no espaldar da sua cadeira de rodas. Atrás dela, lá no fundo, um pedaço de mar e alguns prédios. No de baixo, uma foto do Sid, homem branco, de cabeça raspada, óculos escuros, sério, usando camiseta preta com estampa na frente, em pé contra uma parede branca. Ambas as fotos estão em preto e branco.

O post Pistolando #019 – Acessibilidade e capacitismo apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/02/pistolando-019-acessibilidade-capacitismo/feed/ 1
Pistolando #018 – População de rua http://pistolando.com/2019/02/pistolando-018-populacao-de-rua/ http://pistolando.com/2019/02/pistolando-018-populacao-de-rua/#comments Fri, 15 Feb 2019 03:10:26 +0000 http://pistolando.com/?p=515 Tempo de leitura: 3 minutos O que você pensa ou sente quando vê um morador de rua na sua cidade? Você sequer enxerga esses moradores de rua? Quem são essas pessoas? Que tipo de vida levam? Como é a vida de mulheres que vivem nas ruas? Uma conversa nada superficial com Carol Datria Schulze, geógrafa (sim, é isso mesmo).  ...

O post Pistolando #018 – População de rua apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 3 minutosO que você pensa ou sente quando vê um morador de rua na sua cidade? Você sequer enxerga esses moradores de rua? Quem são essas pessoas? Que tipo de vida levam? Como é a vida de mulheres que vivem nas ruas? Uma conversa nada superficial com Carol Datria Schulze, geógrafa (sim, é isso mesmo).

 

Ficha técnica

Hosts: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa

Convidada: Carolina Datria Schulze

Edição: Thiago Corrêa

Capa: Leticia Dáquer

Data da gravação: 12/02/2019

Data da publicação: 15/02/2019

 

Músicas:

  • Todas as músicas possuem antes de si um trecho das entrevistas coletadas pela Carolina em seu trabalho de Graduação
  • Gabriel O Pensador – Resto do Mundo
  • Chico Buarque – Geni e o Zepelim
  • Nove Zero Nove – Mendigo
  • André Abujamra – Mendigo (parte da peça teatral “O Homem Bruxa”)
  • La Fuga – Mendigo

 

Links relacionados ao episódio

Mulher na Rua (Jornal Sul21, novembro de 2017)

Reportagem: Marias das Ruas (2017) e canal no YouTube

Manual sobre o cuidado à saúde junto à população em situação de rua (Ministério da Saúde, 2012)

Cartilha Centro POP 

Estimativa população de rua (IPEA, 2016)

TCC Carolina Datria Schulze (Geografias de uma cidade não vista: composições e cartografias andarilhas por moradores de rua. UDESC, 2015) 

Atlas: Aprendizagens da rua (Carolina Datria Schulze, 2017) (vídeo no YouTube) 

Dissertação Carolina Datria Schulze – Quando o corpo se torna lar: narrativas de moradoras de rua de Porto Alegre/RS (2018) (link ainda não disponível)

Amada Massa (Clube de Pães feito por moradores de rua de Porto Alegre/RS) 

Jornal Boca de Rua (Jornal feito por moradores de rua de Porto Alegre/RS em parceria com a Agência ALICE)

Livro: FRANGELLA, Simone M. Corpos urbanos errantes:uma etnografia da corporalidade de moradores de rua em São Paulo. São Paulo: Annablume, Fapesp, 2009.

For Homeless Women, Having a Period Isn’t a Hassle – It’s a Nightmare (Vice, 23/01/2015)

 

A Balada do Pistoleiro

Carol Datria

* Usem protetor solar e bebam água com gengibre, mel e limão para se refrescar nesse calor 🙂

Livro: O papel de parede amarelo (Charlotte Perkins Gilman)

Livro: A contadora de filmes (Hernán Rivera Letelier)

Livro: As cidades invisíveis (Ítalo Calvino)

Livro: Teoria King Kong (Virginie Despentes)

Filme: The Tale (Jennifer Fox, 2018)

Filme: Amores Perros (Alejandro González Iñárritu, 2000)

Documentário e livro: Estamira – fragmentos de um mundo em abismo (Documentário com direção de Marcos Prado, 2004 – Livro publicado pela Editora N-1, 2013) (já foi recomendado no Pistolando #015, mas é sempre bom lembrá-lo)

 

Leticia Dáquer

Livro: Eleanor Oliphant is Completely Fine (Gail Honeyman)

Desafio de leitura das Desqualificadas

Podcast: Polimorfas (episódio #001 – Carteirinha feminista e outros mitos)

 

Thiago Corrêa

Livro: Os Pobres (Maria Filomena Mónica)

Filme: Boy Erased: Uma Verdade Anulada  Trailer Legendado

 

Jabás

Carol Datria

Instagram: @caroldatria

 

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético, podcast do site Mitografias

 

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz

 

O Bom, o Mau e o Feio

O Bom:

Leticia:

O Mau:

Leticia:

Thiago:

 

O Feio:

Leticia:

Thiago:

 

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

 

O Pistolando apoia essa iniciativa.

 

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando:

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

O post Pistolando #018 – População de rua apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/02/pistolando-018-populacao-de-rua/feed/ 2
Pistolando #017 – Firehosing http://pistolando.com/2019/02/pistolando-017-firehosing/ http://pistolando.com/2019/02/pistolando-017-firehosing/#comments Fri, 01 Feb 2019 03:11:45 +0000 http://pistolando.com/?p=507 Tempo de leitura: 2 minutos O que diabos é isso? Isso, amigues, é o que vem ditando a política mundial nos últimos tempos. A culpa de termos Trump e do Bozo onde estão é, em parte, desse negócio aí. Quer entender de onde veio e como combater esse troço? Ouve o papo com Marcos Marinho, do podcast República Cast, e...

O post Pistolando #017 – Firehosing apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 2 minutosO que diabos é isso? Isso, amigues, é o que vem ditando a política mundial nos últimos tempos. A culpa de termos Trump e do Bozo onde estão é, em parte, desse negócio aí. Quer entender de onde veio e como combater esse troço? Ouve o papo com Marcos Marinho, do podcast República Cast, e Sandro Fernandes, do podcast Café com Kremlin.

 

Ficha técnica

Hosts:  Thiago Corrêa e Leticia Dáquer

Convidados: Marcos Marinho e Sandro Fernandes

Edição: Thiago Corrêa

Capa: Leticia Dáquer

Data da gravação: 23/01/2019

Data da publicação: 31/01/2019

Músicas:

  • Rogério Skylab – Acorda Silva Maria (participação especial dos maiores canalhas do Brasil)

 

Links relacionados ao episódio

NÃO ACREDITE EM FAKE NEWS (Escreva, Lola, Escreva, 04/10/2018)

Estratégia de desinformação existe e pode influenciar sua opinião política (UOL, 01/12/2018)

O que é firehosing e como o clã Bolsonaro se aproveita disso (Vice, 11/10/2018)

Thread de @Normose_ explicando o que é e como combater

Governo Bolsonaro acumula recuos nos primeiros 10 dias (Exame, 11/01/2019)

Firehosing: a estratégia de disseminação de mentiras usada como propaganda política (Le Monde Diplomatique no YouTube, 23/12/2018)

Pesquisa mostra que 84% dos eleitores de Bolsonaro acreditam no kit gay (Congresso em Foco, 01/11/2018)

Steve Bannon, ex-assessor de Trump ligado à extrema direita , declara apoio a Bolsonaro (O Globo, 26/10/2018)

Why obvious lies make great propaganda (Vox, 31/08/2018)

Reporting on Trump and Putin amid the war on truth (The Guardian, 13/10/2018)

Tragédia em Brumadinho produz onda de imagens falsas, até políticos compartilham (Poder 360, 27/01/2019)

 

A Balada do Pistoleiro

Marcos Marinho

Livro: Propagandas – uma análise estrutural (Jacques Ellul)

 

Sandro Fernandes

Documentário: City of Joy (2018, Netflix)

 

Leticia Dáquer

Podcast: Boa noite internet – episódio Você não é seu crachá

Livro: Wool – Hugh Howey

 

Thiago Corrêa

Filme: Hereditário (2018) – Trailer LegendadoTrailer Dublado

Jogo: Munchkin

 

Jabás

Marcos Marinho

Podcast: República Cast Twitter: @RepublicaCast

Twitter pessoal: @mmarinhomkt

 

Sandro Fernandes

Twitter: @cafecomkremlin

Instagram: @cafecomkremlin

Blog do podcast

 

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético, podcast do site Mitografias

 

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz

 

O Bom, o Mau e o Feio

O Bom:

Leticia:

 

Thiago:

 

O Mau:

Leticia:

Thiago:

 

O Feio:

Leticia:

Thiago:

 

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

 

O Pistolando apoia essa iniciativa.

 

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando:

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

Instagram: @PistolandoPod

O post Pistolando #017 – Firehosing apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/02/pistolando-017-firehosing/feed/ 2
Pistolando #016 – Crise no mercado editorial? http://pistolando.com/2019/01/pistolando-016-crise-no-mercado-editorial/ http://pistolando.com/2019/01/pistolando-016-crise-no-mercado-editorial/#respond Fri, 18 Jan 2019 00:03:13 +0000 http://pistolando.com/?p=495 Tempo de leitura: 4 minutos Saraiva e Cultura fechando as portas, livros eletrônicos mudando nossos hábitos de leitura, brasileiro lê pouco, como criar novos leitores? A Amazon promovendo a autopublicação facilita ou complica as coisas pro mercado? E as editoras independentes, como ficam? Não devolver livro emprestado é uma boa razão pra terminar uma amizade? Essas e outras questões cabeludas...

O post Pistolando #016 – Crise no mercado editorial? apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 4 minutosSaraiva e Cultura fechando as portas, livros eletrônicos mudando nossos hábitos de leitura, brasileiro lê pouco, como criar novos leitores? A Amazon promovendo a autopublicação facilita ou complica as coisas pro mercado? E as editoras independentes, como ficam? Não devolver livro emprestado é uma boa razão pra terminar uma amizade? Essas e outras questões cabeludas com Beatriz Alves e Camila Cabete, do podcast As Desqualificadas, e Kim Doria, o Power Ranger vermelho da editora Boitempo.

 

Ficha técnica

 

Hosts: Thiago Corrêa e Letícia Dáquer

 

Convidados: Beatriz Alves, Camila Cabete e Kim Doria

 

Edição: Thiago Corrêa

 

Capa: Leticia Dáquer

 

Data da gravação: 13/01/2019

 

Data da publicação: 17/01/2019

 

Músicas:

  • Caetano Veloso – Livros
  • The Beatles – Paperback Writer
  • Trecho do filme “A Bela e a Fera”
  • Negrita – Il libro in una mano , la bomba nell’altra
  • Cabeças no ar – Baile da biblioteca
  • Elis Regina – Casa no campo

 

Links relacionados ao episódio

Como editoras e livrarias independentes buscam se reinventar em meio à crise mais dramática do mercado editorial (Época, 31/07/2018)

 

Readers absorb less on Kindles than on paper, study finds (The Guardian, 19/08/2014)

 

Por que o brasileiro lê pouco? (Superinteressante, 12/06/2018)

 

Crise das redes Saraiva e Cultura expõe problemas de gestão no setor livreiro (Folha, 02/11/2018)

 

Editores se reúnem para discutir futuro de Saraiva e Livraria Cultura (Exame, 12/11/2018)

O e-book e a crise do mercado editorial (Época, 08/08/2018)

Mercado editorial tem quarto ano seguido de retração no Brasil (Folha, 02/05/2018)

Livraria da Travessa deve abrir primeira loja de rua em São Paulo, em março (01/12/2018)

 

Prejuízo, calote, dívida: o apocalipse das livrarias brasileiras começou? (Infomoney, 15/08/2018)

Pesquisa mostra que o Brasil perdeu 21 mil livrarias nos últimos 10 anos (PublishNews, 10/12/2018)

Mesmo com crise de livrarias, faturamento do setor de livros fica no azul (Folha, 14/01/2019)

Citações do Kim durante o episódio

Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil 4 (Instituto Pró-Livro, 2016)

Boletim do Fim do Mundo – A Crise do Mercado Editorial. Com Fred Indiani (Estúdio Fluxo, 06/12/2018)

 

O ponto cego do mercado editorial, por Daniel Lameira (PublishNews, 26/11/2018)

Daniel Lameira e a Hora de Ouvir os Leitores (HQ Sem Roteiro Podcast, 10/12/2018)

Braincast # 243 – Como vender livros, com Daniel Lameira e Raquel Cozer (Brainstorm, 24/08/2017)

A crise dos aventureiros do livro, por Paulo Tedesco (PublishNews, 07/12/2018)

 

Sobre a Lei do Preço Fixo:

Livros podem ter preço fixo no Brasil; entenda (Tecmundo, 27/06/2017)

A lei do preço fixo do livro, por Felipe Lindoso (Cultura e Mercado, 03/12/2014)

 

Sobre clubes de leitura:

Clubes de leitura e o porquê de ler juntos, por Carol Almeida (Suplemento Pernambucano, 01/2019)

 

Coisas sem sentido que o Thiago traz não sei de onde

Sálvia é cada vez mais usada por seu efeito alucinógeno (O Tempo, 18/01/2011)

Goodbye Galapagos goats (Nature, 27/01/2009)

 

A Balada do Pistoleiro

Beatriz Alves

Desafio de leitura de As Desqualificadas (Instagram)

Livro: A sociedade literária e a torta de casca de batata – Mary Ann Schaffer

Filme: A sociedade literária e a torta de casca de batata (Netflix)

 

Camila Cabete

Livro: Tempos difíceis – Charles Dickens

Série: Sex Therapy (Netflix)

 

Kim Doria

Apoie podcasts, youtubers, produtores de conteúdo jornalístico independente (Fluxo, Agência Pública, Ponte, The Intercept Brasil, Revista Fórum)

Participe de clubes de leitura (muda a vida!). (Pra quem for de São Paulo, tem o Clube da Blooks)

Podcast: Gole (Teologia de Boteco)

Thread do Teologia de Boteco com links para editoras independentes e clubes de assinatura

Livro: Calibã e a Bruxa – Silvia Federici (Editora Elefante)

Livro: Ensinando a transgredir – bell hooks (WMF Martins Fontes)

Livro: O ódio como política – organizado por Esther Solano (Boitempo)

Livro: Estação Perdido – China Miéville (Boitempo)

Livro infantil: Pode pegar! – Janaina Tokitaka (Boitatá)

Livros infantis: coleção Livros para o Amanhã (Boitatá)

Livro infantil: Rinocerontes não comem panquecas – Anna Kemp e Sara Ogylvie (Editora Paz e Terra)

 

Leticia Dáquer

Filme: Idiocracy (2006; IMDB)

Receita: Pizza de cebola e sálvia

Livro: O Mito da Beleza – Naomi Wolf

 

Thiago Corrêa

Procure o SESC da sua cidade e vá ver o que tem na programação em termos de cinema, artes plásticas, teatros, exposições, etc

Filme: Corações Sujos (2001; IMDB)

Livro: O Porco Filósofo – Julian Baggini

 

O Bom, o Mau e o Feio

O Bom:

Leticia:

 

Thiago:

 

 

 

O Mau:

Leticia:
Thiago

 

O Feio:

Leticia:

 

Thiago:

 

Jabás

Beatriz Alves e Camila Cabete

Podcast: As Desqualificadas

Twitter: @Desqualificadas

 

Perfis pessoais: Twitter @tweetsdabia @camilacabete

Instagram: @fotosdabia @camilacabete

 

Kim Doria

Curso “Promovendo encontros entre livros e leitores: processos de comunicação editorial” na Casa Plana (inscrições abertas, curso em abril)

Boitempo (site)

Twitter Boitempo: @editoraboitempo

Instagram Boitempo: @boitempo

YouTube Boitempo

Blog da Boitempo

Facebook Boitempo

 

Perfis pessoais: Twitter: @kimwido

Instagram: @kimwido

 

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

 

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz

 


#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

 

O Pistolando apoia essa iniciativa.

 

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando:

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

Instagram: @PistolandoPod

O post Pistolando #016 – Crise no mercado editorial? apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/01/pistolando-016-crise-no-mercado-editorial/feed/ 0
Pistolando #015 – Plástico, lixo e reciclagem com Sabrina Fernandes e Ana Carolina “Nacaru” Vieira http://pistolando.com/2019/01/pistolando-015-plastico-lixo-e-reciclagem-com-sabrina-fernandes-e-ana-carolina-nacaru-vieira/ http://pistolando.com/2019/01/pistolando-015-plastico-lixo-e-reciclagem-com-sabrina-fernandes-e-ana-carolina-nacaru-vieira/#comments Sat, 05 Jan 2019 21:58:56 +0000 http://pistolando.com/?p=489 Tempo de leitura: 3 minutos Plástico: estamos sendo justos com ele? A proibição do uso de canudos de plástico em várias cidades do mundo vem sendo notícia por aí. O crescimento do continente de plástico no Oceano Pacífico também. Já deu, né? Chega de plástico. Mas como tudo na vida, nada é tão simples quanto parece. Quanto de plástico pode...

O post Pistolando #015 – Plástico, lixo e reciclagem com Sabrina Fernandes e Ana Carolina “Nacaru” Vieira apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 3 minutosPlástico: estamos sendo justos com ele? A proibição do uso de canudos de plástico em várias cidades do mundo vem sendo notícia por aí. O crescimento do continente de plástico no Oceano Pacífico também. Já deu, né? Chega de plástico. Mas como tudo na vida, nada é tão simples quanto parece. Quanto de plástico pode ser reciclado? Que alternativas temos? Quais são os reflexos econômicos dessas proibições e mudanças? A que ponto anda a indústria da reciclagem no Brasil e no mundo? Conversamos com as ótimas Ana Carolina Vieira e Sabrina Fernandes.

Ficha técnica

 

Hosts: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa

 

Convidada: Ana Carolina Vieira e Sabrina Fernandes

 

Edição: Thiago Corrêa

 

Capa: Leticia Dáquer

 

Data da gravação: 27/12/2018

 

Data da publicação: 05/01/2019

 

Músicas:

  • Edgar – Plástico
  • Xangai – Natureza
  • Galinha preta – Saco de Plástico
  • Jack Johnson – The 3 R’s
  • Luiz Gonzaga – Xote Ecológico
  • Ruben Blades – Plástico

 

Links relacionados ao episódio

 

Grande ilha de lixo do Pacífico

 

Thread de @selewsmila no Twitter enaltecendo pesquisadoras brasileiras que desenvolveram embalagens biodegradáveis e comestíveis

 

Pesquisa mostra que brasileiro sabe pouco sobre coleta e reciclagem (Folha, 25/06/2018)

 

Rio de Janeiro é primeira capital brasileira a proibir canudos plásticos (Exame, 16/07/2018)

 

Fernando de Noronha proíbe uso e venda de plásticos descartáveis (G1, 13/12/2018)

 

União Europeia vai banir canudos de plástico até 2021 (Folha, 24/10/2018)

 

Pesquisadores fabricam plástico de banana, coco e até abacaxi (Exame, 13/04/2011)

 

Inovações tecnológicas na reciclagem de plástico no Brasil (blog da empresa Neuplast, 17/04/2018)

 

Paper straw factory to open in Britain as restaurants ditch plastic (The Guardian, 17/06/2018)

 

A Brief History of How Plastic Straws Took Over the World (National Geographic, 06/07/2018)

 

Brasil produz mais lixo, mas não avança em coleta seletiva (Folha, 14/09/2018)

 

Brasil perde R$ 5,7 bilhões por ano em plásticos não reciclados (Inovação Tecnológica, 16/07/2018)

 

China não vai mais reciclar plástico de outros países (El País, 10/01/2018)

 

China proíbe importação e lixo se acumula no Ocidente (Valor Econômico, 16/01/2018)

 

Por causa de escassez, Suécia precisa importar lixo para gerar energia elétrica (TecMundo, 09/11/2012)

 

Definição de “ecomáfia” na Wikipedia italiana

 

Mafia in Toscana, dai rifiuti della camorra agli appalti della ‘ndrangheta. “Ormai è una terra di criminalità organizzata” (Il Fatto Quotidiano, 13/04/2018)

 

Mozzarella blu: trovati il colpevole e il modo per renderlo inoffensivo (Focus, 28/10/2014)

 

A Balada do Pistoleiro

Ana Carolina

Documentário: Estamira (Marcos Prado, 2006)

Animação: Wall-E (Andrew Stanton, 2008)

Aplicativo: Cataki

Site: Pimp My Carroça

Livro: Sustentabilidade. Canibais com garfo e faca (John Elkington)

 

Sabrina Fernandes

Livro: CARtoons (Andy Singer)

Animação: Story of Stuff

 

Leticia Dáquer

Livro: A Sexta Extinção (Elizabeth Kolbert)

Animação: Shaun the Sheep (Netflix)

 

Thiago Corrêa

Episódio Futurama: O Mal do Século XX

Podcast: As Desqualificadas

Documentário: George Michael: Freedom

Jogo para Celular: Peter Panic! Android e iTunes

 

Jabás

Ana Carolina

www.abraps.org.br (Associação Brasileira de Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável)

http://odstalks.com.br/ – Evento organizado pela Abraps em SP

 

Sabrina Fernandes

Canal no YouTube: Tese Onze

Instagram: @TeseOnze

Twitter: @safbf

 

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético, podcast do site Mitografias

 

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz

 

O Bom, o Mau e o Feio

O Bom:

Leticia:

 

Thiago:

 

O Mau:

Thiago:

 

O Feio:

Leticia:

 

Thiago:

 

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

 

O Pistolando apoia essa iniciativa.

 

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando:

 

www.pistolando.com

 

contato@pistolando.com

 

Twitter: @PistolandoPod

 

O post Pistolando #015 – Plástico, lixo e reciclagem com Sabrina Fernandes e Ana Carolina “Nacaru” Vieira apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2019/01/pistolando-015-plastico-lixo-e-reciclagem-com-sabrina-fernandes-e-ana-carolina-nacaru-vieira/feed/ 2
Pistolando #014 – Eleições muito loucas com uma turminha do barulho http://pistolando.com/2018/12/pistolando-014-eleicoes-muito-loucas-com-uma-turminha-do-barulho/ http://pistolando.com/2018/12/pistolando-014-eleicoes-muito-loucas-com-uma-turminha-do-barulho/#respond Wed, 19 Dec 2018 23:41:29 +0000 http://pistolando.com/?p=478 Tempo de leitura: 2 minutos Nem adianta dizer que você entende o que aconteceu esse ano, porque ninguém vai acreditar. A gente que mora aqui não entendeu, a OEA não entendeu, os observadores internacionais estão mais perdidos que a Nazaré Tedesco calculando. O que aconteceu? Como chegamos nesse ponto? Qual o papel da Justiça Eleitoral nesse furdúncio todo, principalmente no...

O post Pistolando #014 – Eleições muito loucas com uma turminha do barulho apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 2 minutosNem adianta dizer que você entende o que aconteceu esse ano, porque ninguém vai acreditar. A gente que mora aqui não entendeu, a OEA não entendeu, os observadores internacionais estão mais perdidos que a Nazaré Tedesco calculando. O que aconteceu? Como chegamos nesse ponto? Qual o papel da Justiça Eleitoral nesse furdúncio todo, principalmente no período entre as eleições? Qual a relação entre os Três Poderes no funcionamento do Estado? O TSE é um quarto poder, sendo que é o único que não tem seus membros eleitos pelo povo? O TSE levou um baile das fake news nessas eleições e foi vítima delas também. Qual é o saldo que o órgão faz de si próprio com relação a esse tema? O que o TSE pensa em questão de aprendizado com relação às próximas eleições? Conversamos novamente com Luís Fernando Schauren, do TRE-RS, e também com o estreante Rafael Morgental, que tá por dentro dos babados todos.

 

Ficha técnica

 

Hosts: Leticia Dáquer e Thiago Corrêa

 

Convidados: Luís Fernando Schauren e Rafael Morgental Soares

 

Edição: Thiago Corrêa

 

Capa: Leticia Dáquer

 

Data da gravação: 04/12/2018

 

Data da publicação: 19/12/2018

 

Músicas:

  • Tito Madi – Cansei de Ilusões
  • Roberta Sá e Chico Buarque – Se for pra mentir
  • Moska – Mentiras Falsas
  • Titãs – Mentiras
  • Marcos Valle – Mentira

 

Links relacionados ao episódio

Robôs nas eleições: manipulação, engajamento e os novos desafios do Direito (Consultor Jurídico, 18/08/2018)

 

A Balada do Pistoleiro

Luís Fernando Schauren

Filme: Neve Negra (Netflix)

Distrito Cervejeiro em Porto Alegre

 

Rafael Morgental Soares

Podcast português: Bitcoin Talks

Livro: O filtro invisível: O que a internet está escondendo de você (Eli Pariser)

TAG curadoria de livros

 

Leticia Dáquer

Canal do YouTube: Descomplica

Canal do YouTube: Doutora Drag

 

Thiago Corrêa

Companhia indica

Podcast: Guilhotina do Le Monde Diplomatique (episódio 04 com Luciana Zaffalon)

 

Jabás

Luís Fernando Schauren

Perfil pessoal no Facebook

 

Rafael Morgental Soares

Perfil pessoal no Facebook

Morgental Advocacia no Facebook

Morgental Advocacia no Instagram

 

Leticia Dáquer

Twitter: @pacamanca

Blog: www.pacamanca.com

Papo Cético, podcast do site Mitografias

 

Thiago Corrêa

Twitter: @thiago_czz

 

O Bom, o Mau e o Feio

O Bom:

Leticia:

Thiago:

 

O Mau:

Leticia:

Thiago:

 

O Feio:

Leticia:

Thiago:

 

#MULHERESPODCASTERS

Mulheres Podcasters é uma ação de iniciativa do Programa Ponto G, desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil.

O Pistolando apoia essa iniciativa.

Apoie você também: compartilhe este programa com a hashtag #mulherespodcasters e nos ajude a promover a igualdade de gênero dentro da podosfera.

 

Links do Pistolando:

www.pistolando.com

contato@pistolando.com

Twitter: @PistolandoPod

O post Pistolando #014 – Eleições muito loucas com uma turminha do barulho apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2018/12/pistolando-014-eleicoes-muito-loucas-com-uma-turminha-do-barulho/feed/ 0
qual é o seu feminismo? http://pistolando.com/2018/12/qual-e-o-seu-feminismo/ http://pistolando.com/2018/12/qual-e-o-seu-feminismo/#comments Tue, 11 Dec 2018 18:08:47 +0000 http://pistolando.com/?p=470 Tempo de leitura: 5 minutos   Eu moro na internet, vocês sabem. Estou em vários grupos diferentes, alguns só de mulheres. São safe places pra nós, principalmente pras mais sensíveis de nós – não me incluo nessa categoria, mas sempre me sinto honrada de ser convidada pra participar deles. Em um desses grupos passamos um bom tempo semana passada nos...

O post qual é o seu feminismo? apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
Tempo de leitura: 5 minutos 

Eu moro na internet, vocês sabem. Estou em vários grupos diferentes, alguns só de mulheres. São safe places pra nós, principalmente pras mais sensíveis de nós – não me incluo nessa categoria, mas sempre me sinto honrada de ser convidada pra participar deles.

Em um desses grupos passamos um bom tempo semana passada nos indignando com ômis fazendo omices em outro grupo do qual todas participamos, e onde somos minoria de gênero. Nada de altamente ofensivo, mas aquelas coisinhas de sempre: piadinhas de duplo sentido, menosprezo pelas nossas dúvidas e perplexidades, manterrupting, mansplaining, ômi ignorando solenemente as nossas contribuições. Passamos alguns dias indignadas e reclamando deles no nosso grupo. Até que umas três ou quatro delas, todas mulheres que admiro muito e cuja trajetória acompanho há tempos, vieram dizer que estavam cansadas do clima pesado que tava rolando no grupo e perguntar se não era o caso de dar uma acalmada e tentar chamar os caras no pvt, dialogar, explicar, lançar mão de comunicação não-violenta.

Não é uma estratégia na qual estou disposta a insistir.

Quem me conhece tá careca de saber que eu sou impaciente pra cacete, mas talvez vocês não saibam que a única coisa que eu adoro mais do que me irritar é explicar, ensinar. Eu já respirei fundo inúmeras vezes pra explicar o óbvio pra quem está láaaa no comecinho da desconstrução.

E vou dizer uma coisa:

CANSEI.

Sabe, essa virou mais uma função que jogam nos nossos ombros: explicar, ensinar. Ser babá intelectual de homem-menino que nem a responsabilidade de se educar quer assumir. Eu não quero mais isso. A única pessoa por cuja educação eu sou diretamente responsável é a minha filha. Estamos em 2018; a desculpa “desinformação e desconhecimento” não cola mais pra justificar machismo, racismo, homofobia e escrotidão generalizada.

Entendam: não estou de maneira alguma dizendo como você, mulher, deve se comportar, obviamente, mas eu, EU, Leticia Dáquer, JAMAIS serei aquela que sai do grupo porque os machos são escrotos. Jamais. Esperem sentados, porque não vai acontecer. Esse não é o meu feminismo. Eu sou aquela que vai começar questionando de leve, e depois vai distribuir voadoras nucleares, cadeiradas na gengiva, traulitadas na fuça, em quem insistir no comportamento imbecil. Eu não tenho mais saco pra discutir o óbvio com homem cretino. Não tenho mais paciência nem energia pra ensinar macho a não ser escroto. Não quero mais esse fardo. NÃO SOU OBRIGADA.

Pensem em quantas coisas a gente (nós, mulheres) não poderia estar debatendo, descobrindo, discutindo, aprendendo, ensinando, se não tivesse que perder tempo rebatendo argumentos idiotas e nos defendendo de ataques machistas. Quanta coisa mais produtiva poderíamos estar fazendo! Mas não, estamos aqui gastando saliva explicando pra gente escrota que ser escroto é ruim. Na boa, não. Não vou ser eu a encarnar mais esse papel. Tô fora. São pouquíssimos os homens que merecem esse esforço. Se você conhece algum, vai na fé, eu também já conheci e fui na fé e não me arrependo (inserir o gif da galinha rodando na discoteca com os dizeres I REGRET NOTHING). Mas a imensa maioria simplesmente não quer saber. A imensa maioria é comentarista de portal, e com comentarista de portal não existe CNV suficiente na Via Láctea. A gente fica perdendo tempo e energia com esses cretinos e deixando de fazer outras coisas mais produtivas, mais maneiras, mais enriquecedoras.

Vou citar aqui o livro que estou lendo, que foi a minha dica cultural do último episódio (que por sinal ficou tchutchuco e se você não ouviu ainda, tá perdendo):

Minha tradução livre: O tipo de compaixão que é útil para homens e meninos que estão tentando escapar de um mundo de violência, misoginia e constipação emocional não é a compaixão de um padre que perdoa os pecados, mas a de um médico que olha para um idiota que esperou demais antes de procurar ajuda para uma ferida purulenta e diz, com firmeza e precisão: sinto muito, mas vai doer.

Não existe maneira indolor de sair do machismo. Não vai ser saindo de grupos povoados de homens escrotos, nem chamando no pvt pra uma conversa longa e cansativa que não vai dar em nada e que só ele vai ler – se é que vai ler, nem fingindo que não é com a gente, que as coisas vão mudar. É isso o que eles querem: que a gente recue, deixe de ocupar espaços, evite o confronto. Existe esse feminismo de bastidores também, que faz esse trabalho de formiguinha, e admiro quem tem esse tipo de paciência, mas não é o meu.

Eu acho que tem que expor. Tem que jogar na cara. Tá sendo escroto no grupo? Mostra ao grupo o quão escroto ele tá sendo. Faz ele passar vergonha com os amiguinhos. Não importa se os amiguinhos o apoiarem, num exemplo de broderagem idiota; COM CERTEZA alguma moita no grupo (todo grupo tem moita) vai ler e vai pensar sobre o assunto, se bobear vai rolar até a proverbial botada de mão na cabeça, a reboladinha e o exame de consciência. Depois de mil mulheres reclamando da mesma coisa, de repente – de repente, talvez, quem sabe – eles entendam que trata-se de um problema real, e não de mimimi de feminazi.

Eu tô amando esse livro. Não sou uma estudiosa do feminismo, mas muitas coisas que ela diz eu já li antes; não há grandes insights até agora (ainda estou na metade). Só que, ao contrário de outras autoras pacatas que eu já li, ela tá putaça, e eu não consigo tirar a razão dela. Eu não entendo por que diabos não estamos todas tão putaças a ponto de parar o mundo inteiro. Qualquer jornal de qualquer país do mundo conta histórias de arrepiar os cabelos envolvendo mulheres se fodendo, porque vocês sabem, Sócrates já dizia, mulher só se fode. É todo dia, o tempo todo, no mundo todo. Por que diabos não tacamos fogo em tudo ainda? Não sei. Acho que nos falta raiva, de verdade.

NÃO VAI SER COM PALAVRINHAS DE AMOR E FLORES NO CABELO QUE VAMOS MUDAR O MUNDO. Infelizmente não vai, sinto muito. Concordo plenamente com a Laurie Penny, autora do livro acima: vai ter que espremer o furúnculo pra sair o carnegão, vai doer pra cacete, vai todo mundo ver estrelas de dor. Mas ficar passando pomadinha homeopática e dizendo que vai passar não vai resolver o problema.

E como a nossa descrição já diz, acreditamos que há pontes que precisam ser queimadas, e não construídas. “Ain mas é a minha opinião” – não. Ser escroto não é opinião. Interromper mulheres o tempo todo não é opinião. Menosprezar o sofrimento das mulheres não é opinião. Chamar a sua ex de maluca quando o idiota da relação foi você não é uma opinião.

O Ivan do Anticast comentou em um programa que ele só foi ter uma vaga ideia do que realmente uma mulher experimenta quando anda sozinha na rua quando a mulher dele, na época namorada ainda, disse “então faz assim, eu vou andando sozinha na frente e você vai me seguindo a uma certa distância, só observando”. Ele ficou horrorizado com o tanto de comentários que ela ouviu de homem que acha que chamar mulher de gostosa na rua super vai fazer ela se apaixonar por ele e tirar a calcinha na hora. Doeu assistir àquilo (sim, é crase)? Doeu. Ficou incomodadíssimo. Ela já tinha explicado a ele várias vezes, e ele não tinha entendido. Precisou ver com os próprios olhos e sentir o desconforto, o incômodo de assistir à cena pra começar a mudar de ideia. E isso porque o Ivan é gente boa. Se com homem gente boa só a gente falar não adianta, por que vocês acham que vai funcionar com o macho escroto?

Bora espremer o carnegão então. Sem anestesia.

P.S.: Muitos beijos pra mulherada do Vários Assuntos Ovariados e pra Julie do Bora Marcar?

 

O post qual é o seu feminismo? apareceu primeiro em Pistolando Podcast.

]]>
http://pistolando.com/2018/12/qual-e-o-seu-feminismo/feed/ 5